segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Yoga e suas definições

Deixe um comentário!

O Yoga e tão antigo quanto a civilização. O Yoga vem da raiz yujir, significa unir, ligar, conectar. Significa concentrar a atenção ou direcionar a atenção na verdade universal. Significa ainda união ou comunhão, a união da nossa vontade com a vontade de Deus.
O homem é cheio de desejos, expectativas e apegos. Nossos ancestrais sabiam que esses desejos e apegos são infinitos. Por isso, os rishis, os sábios criaram um sistema no qual nos pudéssemos nos livrar dos desejos.
Como yoga é um sistema muito complexo, são diversas as definições do yoga e de acordo com o passar dos tempos essas definições foram mudando de acordo com as necessidades da humanidade e da capacidade de entendimento da humanidade ...
No Bhagavad gita (biblia do hinduismo) Krishna explicou que:
*Yoga é equanimidade –– essa equanimidade não e somente aquilo que se mostra por fora (posso parecer tranquila, mas posso estar fervendo por dentro) , mas uma verdadeira equanimidade, que vem do coração, de se estar verdadeiramente em paz. Para                que isso aconteça de verdade devemos entender que a essência de todos os seres e a mesma, quando entendemos que a essência de tudo é a mesma, tratamos todos com equanimidade, da mesma forma.
•             Yoga e a perfeição da ação – o que e uma ação perfeita? Ação perfeita segundo Krishna, seria uma ação feita com inteligência. Cada ação tem um resultado. Uma pessoa não pode fazer uma ação sem que haja algum resultado (exemplos de uma ação). Ninguém pode fazer uma ação sem que se espere obter algum resultado. O que Krishna, diz por perfeição na ação, e evitar fazer as ações com um sentimento egoísta. Quando há um egoísmo por trás da ação essa ação fica manchada. Por isso, Krishna diz que não se pode criar expectativas ou esperar resultados das suas ações.
Nossa responsabilidade portanto e remover o aspecto egoístico da ação. E impossível fazer uma ação sem um objetivo, porém e possível faze-lo sem uma ambição. Objetivo e ambição não são a mesma coisa. Objetivo visa um bem geral para o universo , para utilidade universal e uso, porém ambição tem um desejo egoístico, algo que é somente para si . A fonte desta ambição são os desejos, os desejos nos levam a agir egoisticamente e nos prendem no karma. Trabalho ou ação feito sem que tenhamos expectativas dos frutos das nossas ações, feito sem desejos egoísticos, nos liberta do karma. Isso e ação que nos liberta da roda Samsara.
Então Krishna está nos instruindo a agir, porém com desapego. Praticando abhyasa (pratica com vairagya (desapego).
“Não permita que a mente anseie pelos frutos da ação. Não deixe que a inteligência calcule os ganhos, não deixe que o ego tenha orgulho no sucesso ou ganho”.
*Outro aspecto ligado a ação, é manter a mente totalmente focada naquilo que estamos fazendo, manter toda a sua atenção na ação que está sendo realizada. Se eu lavar pratos eu fico totalmente focado e absorto naquilo, O yoga busca essa capacidade de manter a atenção por total naquilo que se está fazendo. Quando prestamos total atenção naquilo que fazemos, o fazemos melhor, somos mais conscientes das nossas ações. Quando estamos mais atentos aquilo que fazemos estamos mais abertos a aprender com as experiências.
3. Outro significado para palavra yoga é atingir aquilo que não foi atingido antes. Imagine que hoje exista algo que não conseguimos fazer, e amanhã o conseguimos, essa ação de conseguir algo também pode ser chamada de yoga. Cada mudança é yoga. Quando finalmente encostamos nossas mãos nos pés, ou descobrimos algo sobre nós mesmos, ou estudamos algum assunto virtuoso, isso também é yoga.
* Agora veremos yoga segundo Patanjali que foi um sábio que codificou o yoga em sutras. Sutras são aforismos para facilitar a memorização, antigamente os ensinamentos eram transmitidos oralmente, portanto, grande quantidade de conhecimento era passado em forma contraída para facilitar a memorização. Porém o mestre era quem explicava o real significado das escrituras.
Patanjali escreveu os yoga sutras, os yoga sutras são divididos em 4 capítulos e revela porque nós nos metemos em problemas, pois sabendo como criamos os problemas, fica mais fácil de saber como sair e se livrar deles. Segundo Patanjali, nós nos causamos problemas e sofrimentos devido a ignorância ou avidya.
Existem 4 formas de avidya:
1.            Asmita também chamada de ego, que nos leva a pensamentos tais como: - eu sou o melhor, eu sei que estou certo, eu tenho que ser melhor que os outros.
2.            Raga é aquele que faz-nos exigir as coisas, nós queremos algo bom hoje, porque o tivemos ontem e foi bom, não porque necessariamente precisamos daquilo hoje. Nós queremos aquilo que nós não temos. Aquilo que nós temos não é o suficiente e nós queremos mais.
3.            Dvesa, é o oposto de raga. Ele se manifesta rejeitando as coisas. Se tivemos uma experiência difícil, nós criamos medo, e começamos a rejeitar pessoas, pensamentos e tudo aquilo que possa estar relacionado a aquela experiência, já assumindo que aquilo nos vai trazer sofrimento de novo. Dvesa, nos faz ainda rejeitar aquelas coisas com o qual não temos familiaridade, mesmo que não tenhamos tido experiência alguma com aquela coisa.
4.            Abhinivesa – medo, este é o aspecto talvez mais presente e escondido na nossa vida, nós nunca temos certeza de nada, nós temos medo da morte, de doenças, sobre a nossa posição da vida, medo da maneira com que as pessoas vão nos julgar, medo de envelhecer....
Segundo Patanjali, o Yoga diminui a força de avidya, fazendo com que o verdadeiro conhecimento se estabeleça.
Patanjali definiu o yoga como Citta Vritti nirodha : como a diminuição das flutuações e modificações da mente e como disciplina .  Então para ele Yoga é disciplina e controle sobre si mesmo.
A filosofia do yoga e uma filosofia pratica, muito mais do que ser debatida, discutida ou descritiva, ela deve ser praticada.
Todos nós temos problemas, mentais, emocionais ou de saúde, e geralmente buscamos o yoga para nos ajudar na cura destes problemas. Muitos inclusive acham que só devemos praticar yoga se estamos doentes ou com algum outro problema. Grande parte se deve a nossa mentalidade de somente buscar ajuda se estivermos com problemas, vamos jogando a areia p debaixo do tapete e somente olhamos quando o monte está muito grande e não conseguimos esconder mais ...
Patanjali, mais uma vez enxergava tudo isso, que seriamos preguiçosos, de caráter duvidoso, de mente agitada e fraca, ele via que teríamos problemas como medo das doenças, medo do sofrimento, medo de envelhecer, e medo da morte ... portanto ele disse:
As aflições que ainda podem ser evitadas ....
Portanto ele nos promete e garante que as dores que ainda estão por vir, os problemas que estão guardados no futuro, as doenças que estão aguardando podem e devem ser prevenidas. As angustias e aflições podem ser mantidas longe com a pratica de yoga. YOGA REMÉDIO E PREVENÇAO.
Krishna também fala que pode-se vencer o sofrimento através da regulação daquilo que comemos, controle da mente, agindo de maneira correta, dormir o suficiente e vigília (estar sempre atento a aquilo que fazemos). Então a medida que nós vamos nos disciplinando e regulando a nossa vida, o caminho do yoga vai se tornando mais fácil.
 Todos os seres querem se ver livres do sofrimento, porém somente analisando-o, não conseguimos nos livrar dele. Através do yoga descobrimos as causas dos sofrimentos, que são Samskaras. Samskaras são o acumulo de nossas ações passadas e o aculturamento de um indivíduo nesta vida. Quando cultivamos pensamentos bons, boas ações e boas palavras criamos bons samskaras, o samskara dos pensamentos ruins deixam marcas na forma de impressões negativas. Pensamentos positivos deixam boas impressões, pensamentos negativos deixam má impressões.

Então, é preciso começar a cultivar bons pensamentos e ações para limpar a consciência, fazemos e criamos bons samskaras purificando o corpo, os sentidos, a mente e o intelecto, e temos também que erradicar os maus samskaras. Porem esses samskaras não são tão fáceis de se livrar, eles vem de vidas e vidas, e estão ligados em nossas memórias desde tempos imemoriais. Através da pratica de yoga, podemos purificar nossas mentes, corpos e corações afim de minimizar a ação dos samskaras e criar samskaras positivos. 

0 comments:

Postar um comentário